27 setembro, 2012

Rapidinha...

Olá gente querida! 

Quero agradecer aos comentários na postagem anterior, sobre a Super-Nikinha rsrsrsrs Esses bichinhos realmente ganham a gente não é mesmo?! Sabe, acho que não comentei aqui antes, mas meu marido não gostava muito de bicho... já falei das galinhas né? Pois é, eu queria galinhas, e ele, nada... boi, vaca e porco nem pensar hehehheheh Cabra também não... e até tentei os mais exóticos como o pavão, vixe, piorou! Gato, ele tem alergia aos pelos - eu amo gatos - e cachorro, segundo ele, tem cheiro ruim... Eu já havia desistido e até fiz um gatinho de tecido pra mim hehehe, mas o destino é malandro e prega peças na gente - neste caso, no marido: eis que meus sogros vendem a propriedade da cidade e foram morar em apartamento, que não aceita animais... e eles tinham três cachorros, os três que estão aqui em casa, apresentei eles neste post, lembram? Então, como não tinham onde deixar, minha sogra apaixonada por eles sem querer se desfazer, chora daqui, e de lá e eles vieram morar aqui no sítio. Pois é, o Sammy, a Pekena e a Nikinha são meus e não são meus... Enfim, eu bem que podia dizer pro marido "nada disso, quando eu queria tu não quis, agora me aparece com três?!" Eu podia, mas não fiz... aliás, não faço isso... confio no malandro aquele, o destino... e quietinha, com aquele sorriso interior de triunfo sabe, aceitei eles aqui. E lentamente vi meu marido se apegar aos cães... Ao Sammy pela virilidade do macho, forte, ativo, bonito... à Pekena por seu companheirismo, olhar doce, cuidado com a casa, robustez... e à dona Nikinha pela fragilidade, esperteza, rapidez e por vir chamar a gente cedo de manhã pra abrir a porta para ela sair... incrível, escuto as unhas/patinhas dela pela escada, depois ela fica batendo as orelhas heheheh e quando alguém sai da cama, ela fica doidinha, correndo de um lado pra outro... Ela dorme dentro de casa pois tenho medo que um bicho silvestre coma ela hehehehh E agora eu fico de longe espiando o marido com eles, conversa, faz carinho... até dança! heheheheh Eu sei que pra ele é mais difícil admitir que gosta deles, coisa de homem mesmo... por isso finjo que não vejo, e ele finge que acredita heheheehhe

Beijinho e boa noite/bom dia pra vocês! Paz e bem!


4 comentários:

Rosana Remor disse...

TENHO 3 MENININHAS DE 4 PATAS, AMO!SÃO MINHAS FILHINHAS!!BJS!

karen Disley disse...

OI QUERIDA,
OS TRÊS SÃO LINDOS, ADORO ANIMAIS, MAS MEU MARIDO NÃO GOSTA.
PARABÉNS PELAS CRIANÇAS!
BJS!
www.karendisleyblogspot.com.br

Vida no Campo disse...

Oi Rê,tudo bom menina? adorei estória da vinda da bicharada,vc conta de um jeito bem divertido e engraçado ,e isso da alegria em suas postagens adoro ,seus cão são lindos tenho uma branquinha igual a sua,a primeira da foto, ela é bem arteira estraçalha tudo o que conseguir pegar kkkk,beijos querida um bom e divertido final de semana

Tiane disse...

Oi Rê! Estou conhecendo teu blog agora. Navegando na internet, encontrei um link do teu blog, que me chamou a atenção pelo nome "A Vida no Sítio"! Estou prestes a me mudar para um sítio também e gosto de ficar sabendo as experiências de quem faz ou já fez isso. Vou continuar bisbilhotando teu sítio aqui, mas não resisti a deixar um comentário nesta postagem, pois tenho 30 cães e 16 gatos. Não preciso dizer o quanto amo animais, né?! Inclusive a cobra que apareceu na pedra! Morro de medo delas, mas não mato e não deixo matar de jeito nenhum! Como tu mesma falaste, nós que invadimos o território delas, né? Pelo pouco que vi até aqui, parabéns pelo blog! Bjinho! se quiseres cinhecer, meus blogs: www.seminhabicifalasse.blogspot.com e
www.adoteumfocinho-tiane.blogspot.com

Aproveite para ver também: