12 agosto, 2011

A minha casa... no Estados Unidos!

Gente querida! Olá!

Outro dia estava olhando minhas fotos e achei umas que bati da casa/apartamento que morava nos EUA! Resolvi tirar essas fotos pq dizia q a casa era meio mal-assombrada hehehe e tinha várias histórias pra contar de lá, e nada melhor que contar histórias mostrando as fotos para a pessoa conseguir visualizar melhor a cena, não é mesmo?

Vou começar mostrando a sala. Aviso que tudo, tudinho que tem aí não foi comprado... ou foi encontrado no lixo, ou alguém nos deu algo que iriam jogar no lixo hehehhehehe Eu quando cheguei lá queria pintar, decorar... mas meu marido disse que não adiantaria investir em algo que não era nosso, que se a gente tivesse que sair tinha que deixar tudo como estava... Então resolvi "tentar" dar um arzinho de casa o melhor possível!


Cantinho na sala, caixa de som - trouxemos para o Brasil, funciona que é uma beleza... - banquinho, vaso com sal grosso heheheh ficou. Era natal minha gente, ô data mais triste quando se está longe de filho, pais, etc...


Tirando a cachaça ali escondidinha, até as bebidas foram ganhadas... não lembro porque não trouxe a bandeja e o sousplat... (ah, lembrei; eu era sem noção mesmo!)


Vocês não imaginam o que tem por baixo da capa do sofá... ehehhe era feinhoacabadinho o coitado!As cortinas meu marido trouxe de uma casa que eles estavam demolindo para reforma... Aquele xale floral minha mãe pediu pra eu mandar pra ela, que até hoje ela usa na janela do seu quarto...


Cantinho da entrada do apartamento... não era bem apartamento, mas o segundo andar de uma casa, no primeiro andar morava uma americana solteirona e doida, mas super gente boa.


Ah, tenho que desmentir algo, aí tem sim coisas compradas por nós: o telefone, as plantinhas verdadeiras, a cadeira de jogos, os dvds, o aparelho de dvd e a tv ... parte engraçada agora: meu marido entregava jornal de madrugada, num dia de muita chuva ele passou num lugar e encontrou uma tv, daquelas mais antigas com caixa de madeira e tal, quase morreu pra colocar aquilo no carro e trazer para casa, pois era muito pesada. Colocou a dita cuja no seu lugar de honra e foi tomar banho, quando voltou, a sala estava inundada, tinha litros e litros de água dentro dela hehehe por isso era tão pesada! Ainda bem que ele não ligou na tomada... 


Esse aparador estava abandonado pela casa, aí com um pouco de TLC ficou até bonitinho... Detalhe das meias, não tínhamos lareira... e a única que tem presentes era a da minha filha, que estava aqui no Brasil...

Bom, o que acharam da sala repleta de hand me downs

Ah, olhando o tapete agora lembrei de outra história, meio triste, meio cômica... do ovo, do tapete e da fome... quem quiser saber levanta a mão!!! 

Beijo no!

3 comentários:

Vida no Campo disse...

Adorei,quero saber da históri triste

Regina disse...

Renata, estou adorando ler sobre a sua saga na América. Seus textos são divertidos, bem escritos. Um prazer lê-los.

Tatiane disse...

Tbm estou adorando ler essa saga, rsrs....
Imagino a tristeza que vc não estava sentindo ao estar longe da filhota em pleno Natal :(

Aproveite para ver também: